Entenda como lidar com o uso facultativo de máscaras em seu condomínio

142 Grupo Sea - Administração de condomínios em Osasco | Grupo SEA

Índice

Gestão já não pode mais obrigar uso da proteção, mas ainda deve-se ficar atento a casos de pessoa infectada.

Diante dos bons índices em relação à covid-19, com a queda de mortes e internações, muitos estados e municípios já suspenderam o uso de máscaras em áreas abertas e fechadas.

Porém, como a maioria dos decretos não cita especificamente os condomínios, muitos síndicos e moradores ficaram se essa orientação pode se estender às áreas comuns.

Por analogia, os condomínios também devem adotar a liberação do uso de máscaras nas áreas comuns, tanto nas áreas abertas quanto nas fechadas. Dessa forma, o uso de máscaras passa a ser facultativo em todos os condomínios.

Isso vale para todas as áreas e pessoas que convivem no condomínio, incluindo moradores, funcionários e, também, prestadores de serviço.

A única questão a qual a gestão do condomínio precisa ficar atenta é no caso de vir a seu conhecimento que há pessoas infectadas no condomínio. Nesse caso, seria importante passar um comunicado informando que há casos e que é importante que todos procurem se cuidar. Mas, repito: o uso de máscaras é facultativo, dessa forma, ninguém é obrigado de nenhuma forma a usar máscara.

Nesse sentido, é benéfico que a pessoa infectada, seguindo as diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS), procure se resguardar e, no caso de sair da sua unidade, portar máscara e não dividir o elevador com outros, a fim de não transmitir o vírus para todos que coabitam o condomínio.

Em relação aos elevadores, por fazer parte das áreas comuns, o uso de máscara não é obrigatório, mas, por ser um espaço fechado e sem ventilação, é salutar que se use máscara quem achar necessário.

Para resumir: A gestão condominial não pode obrigar o uso de máscaras de nenhuma forma, pois não tem amparo em lei, o que faria ultrapassar os limites jurídicos. Sendo assim, o uso máscara vai da escolha de cada um, sendo vedada a obrigação.

De resto, é importante continuar atento às outras medidas sanitárias a fim de se proteger do vírus, como: evitar aglomerações, bem como  lavar as mãos constantemente com álcool em gel e não tocar o rosto com as mãos sujas.

Fonte: Síndiconet

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post [type]

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Cta Post.png - Administração de condomínios em Osasco | Grupo SEA
Veja também

Posts Relacionados

Conflitos entre convenção e regimento interno: Qual vale?

Conflitos entre convenção e regimento interno: Qual vale?   Em um ambiente condominial, manter uma convivência harmoniosa entre os moradores é crucial para preservar um ambiente agradável e seguro para todos. No entanto, é comum surgirem questionamentos e desacordos quanto à interpretação das normas que regem o funcionamento do condomínio, especialmente em relação à convenção

Fundo de reserva e fundo de obras: entenda as diferenças

Fundo de reserva e fundo de obras: entenda as diferenças O que é fundo de reserva?  A gestão financeira é um dos aspectos mais cruciais na administração de um condomínio. Isso porque ela é essencial para manter as contas em ordem e garantir a manutenção da estrutura e das áreas comuns do condomínio. Existem dois

Quando o síndico pode ser processado? Veja lei e casos possíveis

Quando o síndico pode ser processado? Veja lei e casos possíveis   O síndico é a pessoa designada legalmente para representar o condomínio. Entre suas responsabilidades estão a administração do condomínio, a garantia do cumprimento das regras para promover uma convivência harmoniosa entre os moradores, o fornecimento de prestação de contas e outras obrigações estabelecidas

Recomendado só para você
Pesquisa mostra que houve um crescimento de 86% de 2018…
Cresta Posts Box by CP