Saiba Agora Mesmo Como Tornar Os Seus Imóveis Acessíveis Para Idosos  GSEA

Saiba agora mesmo como tornar os seus imóveis acessíveis para idosos!

Veja o que é necessário para criar um lar acessível para idosos

O Brasil tem aproximadamente 33 milhões de idosos, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É em casa que essas pessoas costumam passar a maior parte do seu tempo, muitas vezes sozinhas.

Por isso, é fundamental ter um lar acessível para idosos, que garanta a autonomia e a segurança.

Algumas medidas são importantes na hora pensar em um lar acessível para idosos. Uma delas é o piso. O ponto de partida é optar por revestimentos que não escorreguem e evitem acidentes domésticos. “Escolher pisos antiderrapantes e nada que precise ser encerado. Os vinílicos são uma ótima alternativa”, diz a arquiteta Consuelo Jorge.

Outra adaptação para um lar acessível que deve ser pensada é no banheiro, com barras para apoio. “As barras devem ser instaladas perto da bacia sanitária e também do chuveiro, entre 1,10 e 1,30 metro de altura. Recomenda-se que o vaso esteja 10 centímetros acima da altura-padrão. Para um ambiente harmonioso, essas adaptações podem conversar com diversos itens de decoração, principalmente com cores neutras”, explica Consuelo.

Um móvel pode ser perigoso

Por exemplo, se tiver quinas cortantes ou não ser estável. Já um móvel mal colocado pode ser uma barreira para o idoso tropeçar. “Aconselho sempre ter um espaço de pelo menos 60 centímetros entre o sofá e uma mesa de centro, para termos uma boa passagem”, afirma o arquiteto Marcelo Rosset.

Outra adaptação deve ser feita nos armários, para que tudo seja alcançado com facilidade. “Isso evita que o idoso precise subir em bancos ou escadas para acessar alguma coisa no dia a dia. E apostar em um mobiliário mais rígido e com formas arredondadas. Evitar vidros também é uma segurança”, pontua Consuelo Jorge.

Tapetes devem ser deixados de lado em um lar acessível para idosos, principalmente os muito finos. Escadas também são barreiras físicas perigosas para idosos. E a colocação de sofás e poltronas deve levar em consideração a melhor circulação do ambiente, geralmente encostados mais perto das paredes para evitar tropeços.

“O mais importante em uma casa com idosos é pensarmos na acessibilidade como um todo. Evitar degraus, pensar em pisos aderentes para não ter escorregamentos, instalar barras de apoio em corredores e áreas molhadas, aumentar a quantidade de iluminação da residência e evitar mobiliário baixo e com profundidade grande”, ensina Marcelo Rosset.

Fonte: Zap Imóveis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.