Boa convivência: conheça regras que vão ajudar a mantê-la em seu condomínio

Índice

Para você que mora em condomínio, deve entender que é bastante comum haver desavenças entre os moradores, e sem motivo específico, podendo ser por conta do barulho, infiltrações e ou até mesmo a confusão de agendas por outros espaços do ambiente.

Por isso, é sempre importante que as pessoas saibam essas regras mesmo que estas não estejam postas e documentadas, elas são conhecidas por todos que anseiam por um bom convívio.

Respeito ao limite do horário de silêncio:

Quantas vezes já existiram discussões em assembleias sobre acontecimentos de sons em horários inadequados? Esta é uma regra presente em diversos condomínios. Muitos prédios estipulam o horário das 22h para que seja mantido o devido silêncio do ambiente. Pode não estar no regulamento de condomínio, mas é uma regra bastante presente no senso comum dos moradores.

Atenção com o regulamento para reformas:

Fazer ajustes no seu apartamento e deixar ele mais a sua cara é muito importante para se sentir mais confortável com o ambiente que você irá passar boa parte do seu tempo, no entanto, para iniciar este trabalho, é preciso contatar pessoas que administram o prédio e, também, profissionais de engenharia e arquitetura, para que as reformas sejam aprovadas e não danifiquem a estrutura.

Para ter todos os avais, é preciso se informar sobre o tempo de reforma no local, os horários e quais os trabalhadores que estarão presentes para executar.

Cuidado com o elevador:

O uso com cuidados dos elevadores do prédio também costumam causar muitas desavenças. Muitas pessoas ao utilizar o elevador, por vezes, podem acabar segurando-os e atrasando outras pessoas em prol de um benefício próprio. A atenção com os elevadores merece uso com sabedoria.

Além disso, é importante que os moradores saibam diferenciar o uso do elevador social para o elevador de serviço, cada um tem a sua função e elas devem ser respeitadas.

Atenção com os animais de estimação:

Existem muitas divergências com prédios e condomínios relacionados com a presença de animais de estimação nos apartamentos. Muito por conta do barulho e pela administração das áreas comuns do local. Por isso, é importante que os donos tenham controle e ajude na limpeza dessas áreas caso o animal faça alguma sujeira e, também, com o horário de silêncio para que não incomode outros moradores.

Para Guilherme Barbosa, que cuida da administração de condomínios, essas regras mesmo que pequenas são primordiais para a ordem dos condomínios. “Mesmo que não estejam documentadas, as pessoas já tomam essas pequenas regras como base para a convivência dos condomínios. Então mesmo que não tenha sido abordado em nenhuma reunião ou assembleia, isso é uma maneira de facilitar o relacionamento com o próximo e manter a ordem com seus vizinhos”, afirma o desenvolvedor do aplicativo.

Fonte: Viva o Condomínio

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post [type]

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Cta Post.png - Administração de condomínios em Osasco | Grupo SEA
Veja também

Posts Relacionados

Conflitos entre convenção e regimento interno: Qual vale?

Conflitos entre convenção e regimento interno: Qual vale?   Em um ambiente condominial, manter uma convivência harmoniosa entre os moradores é crucial para preservar um ambiente agradável e seguro para todos. No entanto, é comum surgirem questionamentos e desacordos quanto à interpretação das normas que regem o funcionamento do condomínio, especialmente em relação à convenção

Fundo de reserva e fundo de obras: entenda as diferenças

Fundo de reserva e fundo de obras: entenda as diferenças O que é fundo de reserva?  A gestão financeira é um dos aspectos mais cruciais na administração de um condomínio. Isso porque ela é essencial para manter as contas em ordem e garantir a manutenção da estrutura e das áreas comuns do condomínio. Existem dois

Quando o síndico pode ser processado? Veja lei e casos possíveis

Quando o síndico pode ser processado? Veja lei e casos possíveis   O síndico é a pessoa designada legalmente para representar o condomínio. Entre suas responsabilidades estão a administração do condomínio, a garantia do cumprimento das regras para promover uma convivência harmoniosa entre os moradores, o fornecimento de prestação de contas e outras obrigações estabelecidas

Recomendado só para você
Entenda em quais situações o síndico pode usar advogado do…
Cresta Posts Box by CP